INÍCIO RESENHAS FILMES SÉRIES VLOG BLOGROLL SOBRE CONTATO

POSTADO EM: 30/07/2014 | ARQUIVADO EM:

E aí pessoal, estão prontos para um sorteio de um mega lançamento?! Em parceria com a Novo Conceito o O Devorador de Livros estará sorteando um exemplar do livro “A Menina Mais Fria de Coldtown”! 8-)

maisfria

Quer descobrir os segredos de Coldtown? Trinta blogs parceiros da editora estarão sorteando um livro, então além de uma oportunidade aqui no blog, vocês ainda terão outras vinte e nove chances de levar para casa um exemplar do livro!

O sorteio irá acontecer no twitter até sexta-feira, dia 1 de Agosto, confira as regras abaixo e boa sorte!

Regras:

- Seguir o meu Twitter: @sooaresigor;
- Seguir o Twitter da Novo Conceito: @Novo_Conceito;
- Ter um endereço de entrega no Brasil;
- Twitar a frase de divulgação abaixo:

Vou descobrir os segredos de Coldtown junto com o @sooaresigor e a @Novo_Conceito #SorteioODDL http://sorteia.eu/bfD

O sorteio irá acontecer sexta-feira através do link do sorteia.eu.

Condições:

- A promoção começa hoje 30/07 e termina no dia 01/08;
- O resultado será dado até 01/08;
- Caso desrespeite alguma regra, o participante será desclassificado sem aviso;
- O prêmio será enviado pela editora;
- O ganhador receberá um e-mail e terá que responder com seus dados completos em até 72 horas ou um novo sorteio será feito;

Vou ser mais legal ainda, clique aqui para ver todos as 30 redes sociais de blogs que estarão sorteando o livro também, tá bom assim? ;)

Beijão, e boa sorte a todos!




POSTADO EM: 25/07/2014 | ARQUIVADO EM:

prova-de-fogoAutor: James Dashner.
Série: Maze Runner.
Editora: Vergara & Riba.
Ano: 2012.
Páginas: 400 páginas.
Gênero: Distopia.

O Labirinto foi só o começo… o pior está por vir. Depois de superarem os perigos mortais do Labirinto, Thomas e seus amigos acreditam que estão a salvo em uma nova realidade. Mas a aparente tranquilidade é interrompida quando são acordados no meio da noite por gritos lancinantes de criaturas disformes – os Cranks – que ameaçam devorá-los vivos. Atordoados, os Clareanos descobrem que a salvação aparente na verdade pode ser outra armadilha, ainda pior que a Clareira e o Labirinto. E que as coisas não são o que aparentam. Para sobreviver nesse mundo hostil, eles terão de fazer uma travessia repleta de provas cruéis em um meio ambiente devastado, sem água, comida ou abrigo.

Calor causticante durante o dia, rajadas de vento gélido à noite, desolação e um ar irrespirável – no Deserto do novo mundo até mesmo a chuva é a promessa de uma morte agonizante. Eles, porém, não estão sozinhos – cada passo é espreitado por criaturas famintas e violentas, que atacam sem avisar.

Manipulação, mentiras e traições cercam o caminho dos Clareanos, mas para Thomas a pior prova será ter de escolher em quem acreditar.

Prova de Fogo é o segundo volume da série “Maze Runner”, mas pode relaxar, esta resenha não contém nenhum spoiler, apenas apontei os pontos negativos e positivos do livro e não revelei nada além do que a sinopse (acima) revela.

O livro começa exatamente onde o primeiro terminou, Thomas e os meninos estão dormindo logo depois de terem sidos resgatados por pessoas do bem que só querem ajuda-los. Certo? Errado. No meio da noite os Clareanos são acordados por gritos agonizantes de criaturas disformes, os Cranks, no meio de todo o desespero eles descobrem que estão novamente (ou nunca saíram) em um teste de vida ou morte aparentemente pior do que os monstros e armadilhas do labirinto. Dessa vez eles não terão comida, água e ferramentas que os ajudarão a permanecerem vivos, será um por todos os todos por um.

2014-07-02-02.08.48-1

Vindo do primeiro livro repleto de ação e uma narrativa fantástica eu só esperava encontrar a mesma coisa, ou se possível, ainda melhor no segundo livro, mas como diz aquela expressão eu fui com sede demais ao pote e acabei me deparando com o livro bom, mas não tão bom e envolvente quanto o primeiro. Realmente fiquei frustrado em muitas partes. A história em si é digna de muita ação, sofrimento e várias reviravoltas e isso tudo acontece, muitas vezes eu me deparei me sentindo nauseado por alguma coisa cruel que estava acontecendo com alguns personagens. James Dashner não falhou em nos entreter com mais uma história cheia de ação, o que me incomodou bastante foi que algumas cenas pareciam forçadas demais, sabe? Sempre tentando mostrar o sofrimento de cada personagem e não focando muito na história, isso acontece mais ou menos até a metade do livro.

Novos personagens importantes vão aparecendo ao decorrer da história e personagens que já conhecemos voltam a aparecer também, em geral eu achei todos os novos personagens bem introduzidos posicionados perfeitamente para cumprirem seus afazeres na história. Dentre eles temos Ari e Brenda, os mais importantes dentre todos os novos personagens, Ari tem uma história muito parecida com a do Thomas e por mais que eles se evitem, é impossível não serem tão próximos. Já a Brenda é uma novidade para Thomas, além dela ser uma menina ela também não é nem um pouco parecida com Teresa que era mais recatada e nada dela. Gostei bastante desses dois personagens e de como eles foram importantes para o desenvolvimento do livro.

2014-07-02-02.09.34-1

Já disse que a narrativa não foi tudo o que eu esperava, mas preciso comentar um pouco mais. Os capítulos continuam da mesma forma, curtos e com cliffhanger no final, assim fica meio difícil de largar o livro, mas mesmo assim eu senti que estava muito lento, tanto o livro quanto a minha leitura. Não sei realmente o que aconteceu, se foi o autor ou se foi eu mesmo, mas não consegui me prender a história como aconteceu no primeiro livro, demorei uma semana para ler um livro que poderia ter lido em dois ou três dias.

O que mais me manteve curioso durante a leitura foi descobrir mais sobre o passado de Thomas com a C.R.U.E.L, por qual motivo ela foi criada, como funciona e qual será a conclusão disso tudo. Posso dizer que muitas das minhas perguntas foram respondidas, não complemente acredito que Dashner deixará para reponde-las no terceiro livro, mas muitas são respondidas e muitas novas perguntas surgem. Será que vamos finalmente descobrir qual o motivo de tudo isso?

2014-07-02-02.08.44-1

Maze Runner: A Prova de Fogo é definitivamente um livro recomendadíssimo para os leitores que leram e gostaram do primeiro livro e apesar de decepcionar um pouco, o livro ainda assim continua sendo bom e uma leitura boa. Não vejo a hora de ler o terceiro, A Cura Mortal, já ouvi falar que é a mesma coisa do segundo livro, tem seus pontos altos e baixos, mas quero tirar minhas próprias conclusões.

Muito Bom.




POSTADO EM: 23/07/2014 | ARQUIVADO EM:

wewereliarsAutor: E. Lockhart.
Editora: Delacort Press.
Ano: 2014.
Páginas: 240 páginas.
Gênero: YA, Contemporâneo.

Uma família maravilhosa e distinta.
Uma ilha privada.
Uma garota danificada e brilhante, um garoto apaixonado e político.
Um grupo de quatro amigos, os mentirosos, cuja amizade vira algo destrutivo.
Uma revolução.
Um acidente.
Um segredo.
Mentiras sobre mentiras.
O verdadeiro amor.
A verdade.

Um verão. Uma Ilha. Uma família rica. Três primos. Um amigo da família. Quatro melhores amigos. Os Mentirosos. Um verão como todos os outros na ilha particular da família Sinclair, toda a família junta para passar o verão, todo mundo feliz, Cadance descobrindo o amor e uma tragédia. Uma tragédia que mudará não só a vida de Cadance, mas de toda a família Sinclair.

É apenas isso o que você precisa saber sobre a história, eu comecei a ler sem saber praticamente nada, então uma sinopse bem “vaga” irá fazer com que sua experiência com “We Were Liars” seja tão surpreendente como foi a minha. A palavra que tenho para descrever esse livro é Surpresa, nenhuma outra definiria meu sentimento após lê-lo.

wewereliars
Todo o cenário do livro se passa na Ilha particular da família Sinclair, onde eles se encontram todos os verões. Cadance, Mirren, Jhonny e Gat formam um grupo de melhores amigos conhecidos como “Os Mentirosos”, os quatro apenas se encontram durante as férias de verão, mas sempre que se encontram a distância de tempo parece não existir. O verão é o momento deles, para serem felizes, esquecerem de suas vidas nos corredores da escola, do quão chato e entediante é fazer a lição de casa, tudo o que querem é se divertirem nas praias e casas da Ilha.

Os quatro amigos têm a mesma idade e sendo assim, cada verão passado na Ilha é chamado de Verão+Idade que os quatro tinha, ou seja, Verão Treze, Verão Quatorze e Verão Quinze… Foi no Verão Quinze que a tragédia aconteceu. Algo aconteceu. Cadance não se lembra de quase nada que fez no Verão Quinze, desde o acidente ela tem dores de cabeças constantes e já faz dois anos que não visita a Ilha. Nós também não sabemos de nada, o livro é narrado em primeira pessoa e tudo o que nós sabemos é o que Cadance lembra… o que é bem pouco. Isso só faz com que o livro fique ainda melhor, esse suspense durante a história é a arma principal de E. Lockhart é com esse suspense que a autora nos prende até o fim de seu livro.

wewereliars_
Apesar do livro ser pequeno a escrita da autora é tão incrível que a história parece ter o dobro do tamanho, é tudo tão detalhadamente explicado que realmente parecia que eu estava caminhando pela ilha dos Sinclair. Outra coisa que a autora é excelente são nas metáforas, houveram partes que eu fiquei de boca aberta com o que estava acontecendo para no final descobrir que tudo que estava sendo descrito era para expressar um sentimento de Cadance. Ser feito de idiota no fim do livro, tudo bem, agora o livro todo? HAHAHHA E. Lockhart mulher, precisamos conversar, não sei se te odeio ou se te amo… :P

Ótimo.